Aurismar Mazinho Monteiro

Uma pena meramente entusiástica.

Textos


Grilhões

Eu te amo sem que me ordenes!
Não precisa, portanto, me ordenar!
E caso meu amor não te sirva,
não indo ele a te deleitar,
eis-me, pois, a ti subjugado!
Podes tu me sacrificar!

 
Aurismar Mazinho Monteiro - 131107JUL2021 - Natal/RN 
* Inspirado na poesia "Ama-me", da poetisa recantista Pettra Veloso
(Imagem meramente ilustrativa - extraída da internet)
AURISMAR MAZINHO MONTEIRO
Enviado por AURISMAR MAZINHO MONTEIRO em 13/07/2021
Alterado em 14/07/2021


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras