Aurismar Mazinho Monteiro

Uma pena meramente entusiástica.

Textos

A idolatria...

     É cediço que a pessoa idólatra, normalmente, se deixa manipular, conduzir pelos trilhares de quem é idolatrado (a), ainda que tais trilhos, nalguns casos, a depender do caráter, da intenção, da conduta de quem é idolatrado (a), sejam obscuros e até mesmo visivelmente ilícitos. Isso porque, bem se sabe, a idolatria seduz, “cega”, manipula sem dó... e dependendo das circunstâncias, fere, mata... destrói até mesmo entes queridos da pessoa idólatra, ainda que referidos entes sejam avessos à idolatria, considerando-a, portanto, conforme o caso, conduta energúmena e abominável de quem é idolatrado (a).
     Reflita-se, pois!
 
AURISMAR MAZINHO MONTEIRO – Natal/RN - 111935MAR2021
AURISMAR MAZINHO MONTEIRO
Enviado por AURISMAR MAZINHO MONTEIRO em 15/03/2021
Alterado em 15/03/2021


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras