Aurismar Mazinho Monteiro

Uma pena meramente entusiástica.

Textos


Dia 14 de março – Dia Nacional da Poesia
 
              Queridos recantistas e demais leitores,
           Dia 14 de março celebra-se, no Brasil, o Dia Nacional da Poesia.
          Este dia foi instituído em homenagem ao bacharel em Direito e poeta brasileiro ANTÔNIO FREDERICO DE CASTRO ALVES, que nasceu em 14 de março de 1847, ficando conhecido como o “Poeta dos Escravos”, em vista de sua acirrada luta contra a escravidão e o preconceito racial. Dentre as obras desse ferrenho defensor do sistema republicano, destacam-se “Navio Negreiro” e “A Canção do Africano”, as quais, indubitavelmente registram sua indignação a respeito do sistema de governo de então. Tendo falecido em 1871, seu legado constitui-se de poemas revestidos de um lirismo ímpar, merecidamente considerados os mais lindos do Brasil.
          Ao ensejo desta importante data para a literatura brasileira, especialmente na seara da poesia, no intuito de prestar uma singela homenagem a este dia, tenho a satisfação de reportar meus queridos leitores à minha pequena poesia/pensamento intitulada “LEVEIRO MUNDO”, a qual pode ser conferida no meu site, no endereço

http://www.aurismarmonteiro.recantodasletras.com.br/visualizar.php?idt=2949023 .  

           Por fim, registro meu lirismo declarando-me com a alma, pela alma e para a alma:
 
           Sou poeticamente leve, como o vento que me leva...
          E que assim ele me leve, feito música que enleva.

 
           Saúde e paz a todos!
AURISMAR MAZINHO MONTEIRO
Enviado por AURISMAR MAZINHO MONTEIRO em 13/03/2012
Alterado em 17/03/2012
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (www.aurismarmonteiro.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras