Aurismar Mazinho Monteiro

Uma pena meramente entusiástica.

Textos


Filho, ele é um ancião

(Poesia alusiva ao Dia Mundial de Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa – 15 de junho)

Vigie, filho, ele é um ancião.
Foi jovem, vigoroso como você.
Fraca sua voz, trementes suas mãos...
é assim, o ritual do envelhecer.

Possui experiência de vida,
muitas histórias pra contar,
de alegrias, lutas, feridas...
que nem todos irão vivenciar.

Veja, estão grisalhos seus cabelos;
ação do tempo que já viveu.
Caminha trêmulo, requer desvelos,
reconheçamos-lhe o apogeu.

Muito carinho precisa ter,
devemos o idoso respeitar;
hoje é ele, amanhã, eu e você,
se nossa vida assim se prolongar.

Eu, adulto, você, no adolescer,
plantemos amor, carinho e compreensão,
para o velho, com dignidade, viver
firme e motivado, sem abnegação.

Infelizmente, nem todos pensam igual!
Fomentam, alguns, a violência,
infligindo ao idoso grande mal,
com desonra e muita negligência.

Até mesmo em seu próprio lar,
padece o idoso, o jovem de outrora.
Maltrata-o quem deve cuidar:
o filho; o neto; o genro; a nora.

Sarcásticos, o ferem sem piedade
com abandono, dor física ou moral.
Infindável a gama de maldades
– a dor menor é a lesão patrimonial.

Aqui meu sincero manifesto
em defesa da idade fragilizada
respeitando o Estatuto, num protesto
para evitar-lhe uma vida abnegada.

Então, hoje, amanhã e sempre,
quero a sociedade conclamar
para agir legal e moralmente,
almejando o idoso agraciar.


* Em 15 de junho de 2006, a Rede Internacional de Prevenção de Maus-tratos contra Idosos (INPEA – do Inglês, International Network for Prevention of Elder Abuse), mediante parceria com a ONU, declarou o 15 de junho como o Dia Mundial de Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa, objetivando sensibilizar a sociedade para o combate das diversas formas de violência cometida contra a pessoa com idade igual ou superior a 60 anos. (Imagem: Google - gerrynascimento.blogspot.com)
AURISMAR MAZINHO MONTEIRO
Enviado por AURISMAR MAZINHO MONTEIRO em 14/06/2011
Alterado em 18/06/2014
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (aurismarmonteiro.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras