Aurismar Mazinho Monteiro

Uma pena meramente entusiástica.

Textos

E ainda retrucou em versos...

          Embora estivesse faminto, aquele poeta não se furtou ao luxo de retrucar à benevolente quituteira, ante um prato de petiscos carinhosa e gratuitamente preparado para ele:

Carne de porco,
só bisteca e costelinha.
Sem roer o osso,
eis a vontade minha.
AURISMAR MAZINHO MONTEIRO
Enviado por AURISMAR MAZINHO MONTEIRO em 23/05/2011
Alterado em 24/05/2011
Copyright © 2011. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras