Aurismar Mazinho Monteiro

Uma pena meramente entusiástica.

Textos


À minha mãe MARIA EPONINA MONTEIRO
(Pelo Dia das Mães e seu aniversário de 85 anos, no dia 09 de maio de 2011)

Minha genitora – carinhosamente, MAMÃE!
Avaliadora de todos os seus filhos.
Respeitada e respeita também.
Inquebrantável na divina missão,
A todos dispensa peculiar atenção.

Escuta e aconselha com experiência de luta,
Proveniente da infindável labuta.
Ora a Deus por tudo e por todos.
Não hesita, quer sempre o bem.
Instrui, com firmeza, denodo;
Não enfraquece, não mostra desdém.
Amor deste filho e dos outros também.

Mansa, materna no pensar e falar,
Ouve serena, para depois opinar;
Não se intromete, atenta em seu lugar.
Todos a amam em total reverência.
Eterna mãe, querida matriarca,
Incondicionalmente, calçaremos suas alparcas!
Reconhecemos, MÃE, seu inestimável valor,
Oramos a Deus por você, rendendo-lhe louvor.


Imagem: Minha mãe.

AURISMAR MAZINHO MONTEIRO
Enviado por AURISMAR MAZINHO MONTEIRO em 29/04/2011
Alterado em 17/06/2011
Copyright © 2011. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras